Chianti Classico – A primeira visita

Chegou o momento das visitas pós conferência e não tive a menor dúvida em escolher visitar o Chianti Classico.
Chegamos vindos de Brescia, pouco antes da hora de almoço ao convento de Santa Maria al Prato, em Radda, para um reconfortante almoço para em seguida podermos efectuar uma prova de seis vinhos desta carismática região vinícola Italiana.

Dos vinhos em prova gostei mais do Tenuta di Capraia, Chianti Classico Riserva 2008. Um vinho que no nariz, mostrava especiarias, alcaçuz e carvalho, não tivesse ele estagiado 15 meses em madeira oriunda da França. Na boca, tanínico e balsâmico.

Depois de uma ligeira pausa para um merecido descanso fomos visitar o produtor Badia a Coltibuono, em Gaiole.
Para além da visita ao edifício que já foi uma abadia no séc. XI, tivemos um pequeno workshop com o carismático Chef e escritor Andrea Gagnesi, onde nos foi dado a conhecer os segredos da pappa al pomodoro.
De seguida tivemos um mais do que agradável jantar com os vintages da Badia a Coltibuono, respectivamente, 2008, 2007 e um extraordinário 1999, que parecia ter chocolate negro em pó quando o bebíamos.

Sem esquecer o Vin Santo de 2005, um vinho doce, com um nariz a revelar aromas de mel, amêndoas torradas e baunilha. Na boca com boa acidez, citrinos, damasco e figos secos, a acompanhar mousse de chocolate confeccionada com azeite deste mesmo produtor servida com Cantuccini.

Espero que as fotografias que se seguem possam complementar o relato do dia de hoje.

20111018-004706.jpg

20111018-004728.jpg

20111018-004743.jpg

20111018-004826.jpg

20111018-004839.jpg

20111018-004853.jpg