Como foi o New Generation Marketing Workshop Porto – #PortoNGM11

Workshop #PortoNGM11 with Donna Jackson

Uma empresa que pretende ter uma presença activa nas redes sociais, com conteúdos próprios e uma moderação diária, tem de recrutar pelo menos um activo para a sua equipa. Um blogger que atende a vários eventos de seguida e continua com o seu trabalho diário, demora bastante tempo para actualizar o seu blogue. A menos que não durma! Coisa que ainda não acontece comigo.

Workshop #PortoNGM11 with Donna Jackson

Este artigo é sobre o workshop que aconteceu na passada Sexta-feira 2 de Setembro no maravilhoso The Yeatman Hotel em V. N. de Gaia, pela Donna Jackson.
Paguei a entrada para participar no Workshop que tinha como titulo New Generation Marketing Workshop e contou com cerca de 40 participantes todos eles ligados ao mundo do vinho.

Zev Robinson, artista e realizador abriu a sessão das palestras falando sobre o seu documentário Life on the Douro e de como tem utilizado as redes sociais para promover o mesmo. Convido a visitar esta página dedicada à angariação de fundos sobre este documentário

Seguidamente, falou o anfitrião Adrian Bridge, CEO da Fladgate Partnership, que nos apresentou o projecto do The Yeatman Hotel.

Dos Solares de Portugal, falou Francisco de Calheiros, presidente da direcção desta associação de turismo de habitação, já com várias décadas de actividade.

Para terminar estas palestras, falou Pedro Araújo sobre o seu projecto Quinta do Ameal.

Workshop #PortoNGM11 with Donna Jackson

Depois da habitual pausa para café, aí sim, Donna Jackson teve a oportunidade de lançar os dados para o que viria a ser o workshop sobre as várias ferramentas que alimentam os denominados social media. O exercício constou em produzir um pequeno filme e publicá-lo na rede, com a #hashtag do evento #portongm11. O objectivo deste exercício foi poder analisar a forma como cada uma das equipas decidiu difundir o mesmo. Ao longo da apresentações de cada vídeo foi-se falando sobre as diferentes ferramentas, as dificuldades e as suas potencialidades. Donna Jackson foi motivando sempre a audiência para a produção de conteúdos originais.

Workshop #PortoNGM11 with Donna Jackson

O workshop terminou com uma degustação de alguns vinhos do Porto na varanda do The Yeatman Hotel.

Depois, alguns de nós acabamos a jantar em Matosinhos num restaurante bastante popular com fantásticos pratos de peixe grelhado e vinhos do Douro.
A melhor altura para se fazer networking!

Workshop #PortoNGM11 with Donna Jackson

Gostei de ter participado, conheci novas pessoas e outras que já seguia online, foi a oportunidade para conhecer pessoalmente.

E o que ficou deste workshop?

Saí com a ideia reforçada que para se fazer algo bem feito temos de ter pessoas.

E voltando à introdução deste artigo, os produtores de vinhos que estão a marcar presença nas redes sociais, têm de facto de investir numa equipa para que a sua presença seja realmente efectiva. Não basta abrir uma conta no Twitter e lançar durante uma semana, tweets sobre os vossos vinhos se nunca mais utilizam esta ferramenta. Ou mesmo criar uma página no Facebook se depois nunca mais se adiciona conteúdo novo.

Os hábitos de utilização da Internet mudaram. Os utilizadores procuram por novo conteúdo diariamente. Já para não falar naqueles que continuam a insistir em utilizar o Facebook utilizando perfis pessoais para a sua empresa, desperdiçando a oportunidade de utilizar correctamente esta ferramenta através das páginas para empresas e organismos, vendo em muitos casos estas contas bloqueadas por má utilização.

A produção de conteúdos originais não é fácil, não é instantânea e não produz resultados imediatos, mas é a maneira de podermos alimentar a presença de qualquer marca nos social media.

As estratégias são as mais diversas, tomemos por exemplo dois casos:

Cortes de Cima, onde para além de criarem conteúdo original no seu blogue, para depois o difundirem por RSS, com um tweet e uma entrada na página no Facebook, continuam a comunicar dando a conhecer por exemplo quem os vai visitando na Adega no FB. Respondem muitas vezes via Twitter, não se limitam a publicar, mas entram em conversação com os utilizadores.

Niepoort Projectos, utilizam essencialmente o Twitter para interagir com quem vai partilhando e falando sobre os seus vinhos, de uma maneira mais descomplexada e jovem. No FB a linguagem é bastante informal, para além de irem dando conhecimento das notícias relacionadas com a marca, o diálogo é feito à base de perguntas abertas e vídeos sobre a marca.

E depois não existem fórmulas mágicas!