Senhora do Convento Porto Tawny 10 Anos

Temos a terceira região demarcada mais antiga do mundo, a região demarcada do Douro, corria o ano de 1756 em Portugal quando foi criada.
A mais antiga tudo aponta para que seja Chianti, seguida de Tokaj.
Mas mesmo assim, o vinho do Porto continua incompreendido e a ter pouco espaço na porta do frigorífico dos portugueses.

Já para não falar da forma como continua a ser tratado na restauração, na grande maioria das casas onde é servido em copos inauditos e a temperaturas que não lembra a ninguém!

Felizmente, parece que existe uma renovação em curso, produtores e empresas ligadas à promoção, sommeliers e outros agentes estão a querer levar o vinho do Porto a um outro público, e a tentar quebrar de uma vez por todas muitos mitos relacionados com este vinho fortificado.

Senhora do Convento Porto Tawny 10 Years
Senhora do Convento Porto Tawny 10 Anos

Vinho enviado pela Exauro – uma loja online Portuguesa especializada em vinhos da região do Douro.

Para falar sobre este vinho tenho obrigatoriamente de recordar a comunidade de monges cistercienses que viveram no Douro, pacificamente, a pensar no divino e a fazer crescer figos, azeitonas, marmelos e uva para vinho – uns verdadeiros #winelover’s.
A propriedade pertenceu a esta ordem religiosa até 1830. Contando a propriedade com 27 hectares de vinha em Távora.

Felizmente, centenas de anos mais tarde, as vinhas e os seus jardins permanecem, bem como muitas das histórias para apresentar este vinho – Senhora do Convento Porto Tawny 10 Anos.

Recomendo-o a quem tem tido más experiências ou desilusões ao provar Vinho do Porto.

Poderá ser que com o Senhora do Convento Porto Tawny 10 Anos – desperte para os vinhos do Porto.
Para além do seu interessante preço é um vinho equilibrado para um Porto com 10 anos é já tem uma complexidade bastante cativante.

Como a maioria dos vinhos do Porto estagiou em cascos de carvalho e castanho, para ganhar uma certa oxidação e para enriquecer o seu aroma.
Assim, quando o servimos num copo podermos inspirar aromas que nos fazem lembrar frutos secos e madeira.

Senhora do Convento Tawny 10 Anos
produzido por Q. S. P. A. Sociedade Vitícola S. A. em Távora,
Nota: É um vinho de cor ruby acastanhada, no aroma temos frutos vermelhos e notas de madeira.
No paladar um vinho sedoso com notas de madeira e frutos secos. Com um final agradável.

(Provado a 24 de Março, 2012)

8 thoughts on “Senhora do Convento Porto Tawny 10 Anos

  • 23 Abril, 2012 at 22:26
    Permalink

    Olá Ricardo.
    Também já provei este vinho e achei-o muito interessante e com um preço muito bom e atractivo. Brevemente tanbém o comento, mas gostei bastante. Gostei muito da tua introdução, a falar um pouco da história desta quinta que desconhecia.
    Obrigado.

    • 23 Abril, 2012 at 23:34
      Permalink

      Nuno, obrigado pelo comentário.
      Fiquei com bastante curiosidade de visitar o local e provar os restantes vinhos deste produtor!

  • 24 Abril, 2012 at 1:03
    Permalink

    Olá Ricardo!
    Temos de combinar essa visita. A quinta tem em planos uma pequena parte dedicada ao enoturismo, infelizmente ainda não funciona. Nada que impeça uma visita, desde que marcada com antecedência…
    Um abraço e obrigado!

  • 24 Abril, 2012 at 6:09
    Permalink

    Desmitificar, mitificando > Felizmente, parece que existe uma renovação em curso, produtores e empresas ligadas à promoção, sommeliers e outros agentes estão a querer levar o vinho do Porto a um outro público, e a tentar quebrar de uma vez por todas muitos mitos relacionados com este vinho fortificado.

    • 24 Abril, 2012 at 9:33
      Permalink

      Abaixo os mitos!

      Aqui estão alguns factos concretos:

      - campanha “a copo!”
      acopo.com.pt

      - provas comentadas – Acontecem regularmente em eventos como a – EV.

      - Adegga Wine Market, que contou por exemplo na edição passado com o Escanção Manuel Moreira, na Sala Premium, para comentar e apresentar os vinhos em prova.

      - Prova “Porto Tawny” e “Moscatel” – organizada pela Exauro.

      - a criação do recente «Amigos do Vinho do Porto» uma iniciativa da Tasting Lovers desenvolvida em parceria com a Enoteca.

      Não quero criar qualquer mito e deveria ter mencionado logo estes eventos no artigo.

      Aliás convido a todos aqueles que tenham conhecimento de outros eventos a apresenta-los, comentando neste artigo!

      Serão suficientes!?
      Não, é preciso mais trabalho, mais empenho e mais pessoas e instituições a trabalhar em prol da visibilidade dos vinhos fortificados Portugueses, dentro e fora de portas.

  • 24 Abril, 2012 at 16:35
    Permalink

    Transparência e acessibilidade em beneficio de maior apreciação es un esfuerzo fundamental que debe ser apoiado – lograrlo coletivamente sera fenomenal

Comments are closed.