Niepoort Projectos Moscatel Dócil 2011

Niepoort Projectos Moscatel Dócil 2011

O vinho de mesa Niepoort Projectos Moscatel Dócil 2010 é mais uma das experiências comercializadas pela Niepoort Projectos.

Todos os aromas da casta Moscatel foram preservados e temos um vinho com um aroma tropical e na boca é frutado e doce. Com uma acidez elevada, com muito açúcar residual, mas ao mesmo tempo continua a ser um vinho refrescante.
Perfeito para um prato de cozinha oriental, simplesmente como aperitivo, como acompanhamento de sobremesas ou para disfrutar fora de uma refeição.

A sua singularidade faz dele também um presente interessante para oferecer a quem diz que os vinhos são todos iguais e que não despertam interesse.

Adorei esta reinterpretação da casta Moscatel pela Niepoort, um vinho que fará a delicia de todos.

Nota: Vinho enviado pelo produtor Niepoort Vinhos.

Dócil Loureiro 2011

docil 2011

Quando o nome do vinho faz jus ao mesmo, foi o que aconteceu nesta interpretação da casta Loureiro por Dirk Niepoort.
Assim o Dócil Loureiro 2011, no copo revela-se um vinho muito respeituoso desta casta.

Esta que é segundo informação do IVV, a casta branca mais importante em termos económicos da região dos Vinhos Verdes.

A sua cor é amarela com laivos esverdeados, o aroma tem notas florais e de citrinos.
Com uma acidez característica dos Vinhos Verdes, transmite frescura, doçura e é a elegância que caracteriza este vinho.
Longo e mineral no final de boca.

Um branco a pedir longas tardes de boas conversas e que quando acaba deixa saudades!

Nota: Vinho enviado pelo produtor Niepoort Vinhos.