Bastardô! Tinto 2011

BastardoTinto2011

Podia ter belamente acrescentado ao título deste artigo: quando o marketing suplanta o vinho.
Este Bastardô! Tinto 2011 (com PVP a €4,99 na distribuição moderna) é um lote de Touriga Nacional (40%), Syrah (30%) e Aragonez (30%), com um rótulo vistoso e apelativo, que já me tinha chamado à atenção há muito tempo.
Principalmente no mundo online, onde por diversas vezes já se tinha intrometido no meu feed no Facebook.

Mas hoje, no copo, não passou de um tinto correcto, sem grande brado.
Reconheço o mérito e audácia da wine with spirit, na apresentação dos seus vinhos, mas bastará apenas isso!?

Fica a minha curiosidade sobre os restantes vinhos do portfolio desta marca, pois de nem só de marketing vive o apreciador de vinhos!

Adega de Borba Rosé DOC 2012

Adega de Borba Rosé DOC 2012

Das novidades recebidas da Adega de Borba nesta primavera, já só faltava falar sobre o Adega de Borba Rosé DOC 2012!

Um Rosé feito a partir de Aragonez e Syrah.
Com uma cor bem atractiva, bem forte e que apenas passou por inox. Com um PVP, de €2,99.

No nariz temos uma explosão de groselhas e ameixas vermelhas. Na boca temos toda a juventude de um 2012, fresco, com muita fruta – um vinho facil.

Eu fiquei a pensar numa Açorda de gambas, como food pairing!

Nota: Vinho enviado pela Adega de Borba.

Senses Syrah 2011

Senses Syrah 2011

Mais uma das novidades desta primavera é este vinho da Adega de Borba Senses Syrah 2011, um 100% Syrah.
Um vinho ainda bastante jovem e que irá ser uma boa escolha para umas carnes vermelhas grelhadas.

Muito importante é a temperatura de serviço, deste e de todos os vinhos, não custa muito preparar a mesma – irá melhorar sempre a forma como iremos apreciar cada um dos vinhos!

Este Syrah no copo apresenta uma cor retinta, densa. No nariz é quente e cheio com muitos frutos pretos. Com um final agradável.
Esperava um Syrah com mais pimenta, mas este vinho revelou-se mais rico em ginja madura que pimenta preta.
Definitivamente um jovem Syrah de boa acidez e guelra, tendo tido uma curta passagem por carvalho francês.

Por instantes regressei à minha infancia quando ia visitar a Rita, ao final da tarde à Galiza e atravessava vários degraus cobertos com ginjeiras com a minha avó.

Um tinto competente para um PVP anunciado de €6,50.

Nota: Vinho enviado pela Adega de Borba.


Podem também ler e comentar sobre estes vinho no Instagram!