UniQo Touriga Nacional 2010

A Companhia das Quintas lançou um novo vinho da sua referência UniQo, o UniQo Touriga Nacional 2010.
Foram lotear a melhor Touriga Nacional do ano de 2010 das suas Quintas:
Quinta da Fronteira (Douro Superior);
Quinta do Cardo (Beira Interior);
Quinta de Pancas (Lisboa) e
Herdade da Farizoa (Alentejo).

Um vinho de mesa com uma boa história e o vinho não lhe fica a trás.
E para quem aprecia a casta este vinho têm todos os motivos para encantar.

Também tiveram especial atenção ao trabalho de vinificação, 50% do vinho estagiou em barricas novas e o restante em barricas com um ano de carvalho francês durante vinte meses, com mais doze meses em garrafa, antes do seu lançamento em Dezembro último.

O UniQo Touriga Nacional 2010, apresenta-se com uma cor bastante densa, no nariz a sensação é de um aroma quente. Mais do que os habituais aromas a violetas, temos fruta negra madura com bastante profundidade.
Na boca temos um vinho com um bom corpo, boa acidez, a mesma fruta que encontramos no nariz e onde a madeira veio adicionar uma maior sensação de volume sem se sobrepor, a baunilha final está muito bem afinada.
Uma boa surpresa, um vinho que pede uma boa peça de carne.

PVP anunciado para o Uniqo Tinto 2010 é de €19,90.

Nota: Vinho enviado pela Companhia das Quintas.

Quinta de Pancas Grande Escolha 2011

Quinta de Pancas Grande Escolha 2011

O Quinta de Pancas Grande Escolha 2011, é o novo topo de gama para esta marca da Companhia das Quintas.
É vinho regional de Lisboa elaborado pelo enólogo João Corrêa, com um lote de Cabernet Sauvignon, Petit Verdot e Touriga Nacional.

Apresenta uma cor vermelho rubi. No aroma sobreçaem os frutos silvestres, algumas especiarias tudo isto amparado por uma tosta bem trabalhada, pois o produtor anuncia, 20 meses em barricas novas de carvalho francês.
Na boca temos boa estrutura, bom corpo e não o amaciaram por completo, apresentando ainda uma agradável juventude.
Assim para consumo imediato pede um bom prato à mesa, e não sejam meigos, este vinho irá sobressair dessa forma.
Tem ainda um final vegetal e a secar um pouco a boca.

Ao segundo dia, voltei o Quinta de Pancas Grande Escolha 2011 a prova-lo e é interessante ver, o quanto o Cabernet Sauvignon, passou a dominar o vinho. Para apreciadores desta casta, têm aqui mais uma escolha muito interessante.

Para quem procura, um vinho com mais argumentos, mais aromas e que dê maior satisfação à refeição, este é uma boa opção.

Nota: Vinho enviado pela Companhia das Quintas.

Bastardô! Tinto 2011

BastardoTinto2011

Podia ter belamente acrescentado ao título deste artigo: quando o marketing suplanta o vinho.
Este Bastardô! Tinto 2011 (com PVP a €4,99 na distribuição moderna) é um lote de Touriga Nacional (40%), Syrah (30%) e Aragonez (30%), com um rótulo vistoso e apelativo, que já me tinha chamado à atenção há muito tempo.
Principalmente no mundo online, onde por diversas vezes já se tinha intrometido no meu feed no Facebook.

Mas hoje, no copo, não passou de um tinto correcto, sem grande brado.
Reconheço o mérito e audácia da wine with spirit, na apresentação dos seus vinhos, mas bastará apenas isso!?

Fica a minha curiosidade sobre os restantes vinhos do portfolio desta marca, pois de nem só de marketing vive o apreciador de vinhos!