Liquid gold com bolhinhas

O segundo dia começou com a prova dos sweet gold Wines Austríacos, foi a prova mais formal em que participei.
O profissionalismo dos vinhos da Austria é notória e nota-se nos mais pequenos pormenores. Fiquei deliciado pelo Opitz One do produtor Willi Opitz, diferente de tudo o que já tinha bebido até hoje.

Das talks da manhã reter, a palavra do Evan Dawson, especialização.

Depois de almoço a Igreja onde tivemos as palestras, parou para ouvir, George M. Taber. O senhor transpira histórias e sabe como as contar, inspirador e encorajador.

De seguida mergulhamos nas bolhinhas dos vinhos de Franciacorta, não sendo um grande apreciador deste tipo de vinhos achei interessante conhecer estes novos vinhos, parece o nosso espumante para se ter uma referência.

O jantar foi cortesia da Tilli Rizzo, da Azienda Agrícola Fratelli Berlucchi, um dos muitos produtores de Franciacorta. Um jantar onde fiquei ladeado pelo João Roseira e do Claudio Faccoli, muita conversa ora em Inglês ou em Italiano sobre vinhos, a repetir sempre.

Deste dia, retenho a perseverança que se tem de ter e da paixão, que não pode turvar a forma como temos de escrever sobre o mundo do vinho.

A noite ainda dura e anda de mão em mão uma garrafa de Porto Ferreira «Duque De Bragança» Tawny 20 Anos.

20111015-001915.jpg

20111015-001940.jpg

20111015-002004.jpg

20111015-002022.jpg

20111015-002046.jpg

20111015-002101.jpg

BurgWeine – Loja online de vinhos Grüne Veltliner

Grüner Veltliner

A casta branca Grüner Veltliner é a mais popular de entre as 22 castas brancas classificadas na Áustria, sendo que dois terços da área plantada neste País é de variedades brancas.
Esta casta dá origem a vinhos essencialmente com notas a frutas (principalmente maçãs), especiarias (pimenta), com boa acidez, sendo que também podemos encontrar notas tropicais e aromas doces.

Para falar a verdade, antes de ter recebido estes vinhos Austríacos, ainda não tinha provado vinhos desta casta.

Grüne Veltliner Wine

Ao abrir a caixa de cartão canelado vinda da burgWeine, o destaque da bandeira Austríaca no topo das tampas de rosca foi uma imagem fortíssima, uma mensagem clara de onde é proveniente este vinho. De assinalar que as seis garrafas, não são todas do mesmo produtor, mostrando uma estratégia concertada de marketing que é reclamada em terras Lusas.
Referir que as seis garrafas chegaram em perfeitas condições, sendo que o mito da compra de vinho pela Internet e entregue por empresas de distribuição, cai por terra quando embalado correctamente.

Os vinhos recebidos foram:

Grüner Veltliner Tschaterberg 2009 – Uwe Schiefer
Grüner Veltliner Only Sixteen 2007 – Weingut Proidl
Grüner Veltliner Lamm 2008 – Weingut Hirsch
Grüner Veltliner vom Urgestein Senftenberger Ehrenfels 2008 – Weingut Proidl
Grüner Veltliner Hundsberg 2007 – weingut Uibel
Grüner Veltliner Altenberg Weinviertel DAC 2009 – Weingut Prechtl

Grüne Veltliner Wine

Mais curiosidades, a loja burgWeine dedica-se apenas à venda online da casta, Grüner Veltliner. Portanto se são fãs desta variedade, ou pretendem vir a conhecer uma boa variedade destes vinhos a burgWeine poderá bem ser o endereço certo.

O proprietário desta loja é Thomas N. Burg, pode-se seguir a actividade da loja através do Twitter, numa página para empresas no Facebook e no blog com as últimas actualizações sobre o que vai acontecendo em redor do negócio.
É uma loja Austríaca, mas têm uma versão em Inglês facilitando a sua utilização.

Já provei alguns dos vinhos e posso dizer que foram uma agradável surpresa, irei publicar mais detalhes sobre cada um deles nos próximos tempos.
O tempo ajuda e ainda apetece um bom branco fresco!


Nota: Os vinhos foram enviados gentilmente pela burgWeine, apenas paguei os portes de envio.